Você já ouviu falar em coleções botânicas?

Uma das coleções botânicas mais conhecida é o herbário.

Mas você sabia que existem uma enorme diversidade de coleções, dos seus objetivos e das técnicas específicas de preparo do material botânico?

E é dessas coleções que vamos falar hoje!

coleções

CARPOTECA

Carpoteca é uma coleção de frutos, armazenados secos, em potes de vidro, caixas de madeira ou sacos plásticos.

Ou ainda armazenados em potes de vidro com líquido conservador, para manter as suas características.

Os frutos, na carpoteca, são organizados segundo uma sistemática ou em ordem alfabética de família.

Cada fruto deve ter a planta da qual pertence incluída no herbário.

Frutos, com pequenas dimensões, podem ser armazenados juntos com a planta ou parte dela, no herbário.

Além do cuidado com o líquido conservador, é necessário ainda tomar algumas precauções para preservação:

  • Os frascos não devem ficar totalmente cheios de líquido.
  • Isto é, deve existir um pequeno espaço vazio entre a superfície líquida e a tampa.
  • Imergir totalmente o material a ser conservado;
  • Colocar apenas uma espécie em cada frasco;
  • Colocar no frasco uma etiqueta contendo os dados referentes aos frutos: família, espécie, número de tombamento na carpoteca e número de registro da exsicata.

A carpoteca é uma coleção que permite visualizar os tipos de frutos pertencentes aos diversos grupos taxonômicos, por exemplo, famílias e gêneros.

Tornando-se importante ferramenta para a identificação de material vegetal.

XILOTECA

É uma coleção de pedaços de madeiras desidratados, preparados segundo técnicas específicas e devidamente armazenados.

Para o depósito de material nessa coleção, são necessárias as informações: coletor, local de coleta, espécie e nome popular (se existir), entre outras observações.

Essa coleção, comumente, está associada a um herbário.

As xilotecas fornecem informações adicionais para a identificação das espécies arbóreas.

E são indispensáveis para estudos de características da madeira.