Já parou para pensar como os frutos amadurecem?

E por que quando, por exemplo, uma banana começa amadurecer, as outras também amadurecem?

Você sabia que os hormônios vegetais são os responsáveis pelo amadurecimento dos frutos?

O amadurecimento dos frutos envolve numerosas transformações.

Sob uma perspectiva da planta, o amadurecimento do fruto indica que as sementes estão prontas para a dispersão.

Tanto com recursos mecânicos quanto com qualquer outro método dispersivo, tendo como resultado a desidratação e abertura de sementes.

O termo amadurecimento de frutos pode ainda referir-se a mudanças no fruto que o tornam pronto para ser consumido.

Então como os frutos amadurecem?

Existe um hormônio vegetal, o etileno, que regula várias respostas nas plantas.

Apesar de ser o mais simples dos hormônios vegetais, o etileno exerce profunda influência em muitos aspectos do ciclo vital das plantas, da germinação à senescência.

O etileno, produzido por folhas, frutos e flores em processo de envelhecimento estimula o amadurecimento do fruto.

É o único hormônio gasoso.

Além disso é inflamável, praticamente insolúvel em água e facilmente oxidado a óxido de etileno.

Por ser gasoso, as baixas temperaturas inibem sua liberação.

Isso explica por que um fruto colocado na geladeira pode ser conservado por mais tempo.

O processo de envelhecimento torna-se mais lento.

O etileno pode se difundir entre os espaços celulares para toda a planta e para o exterior também, pois é um gás.

Todos o frutos que amadurecem em resposta ao etileno exibem, antes da fase de amadurecimento, um aumento característico da respiração, chamado de climatério.

Tais frutos também apresentam um pico na produção de etileno, imediatamente antes do aumento da respiração.

Três reações acontecem durante o processo de maturação de frutas:

  • Oxidação de lipídios

Essa reação é produzida pelo etileno e é responsável pelo rompimento nas fibras do fruto, tornando-o macio.

  • Quebra das ligações de amido

A doçura das frutas maduras aparece neste momento.

Durante a quebra das ligações do amido presente em sua composição.

  • Quebra das moléculas de clorofila

O etileno é responsável ainda por quebrar as moléculas de clorofila presente na casca do fruto, que lhe confere a cor verde.

Após esta reação, dependendo do fruto, a coloração fica avermelhada ou amarelada.

amadurecem

O que acontece quando um fruto amadurece

Nos frutos carnosos, a clorofila é degradada e outros pigmentos podem formar-se alterando sua coloração.

Simultaneamente, a parte carnosa do fruto amolece como resultado da digestão enzimática da pectina, o componente principal da lamela média da parede celular.

Durante esse mesmo período o amido, ácidos orgânicos e óleos são metabolizados em açúcares.

Há ainda o desaparecimento de ácidos orgânicos e de compostos fenólicos, incluindo os taninos.

Como consequência dessas transformações, os frutos tornam-se visíveis, saborosos.

Essas características podem frequentemente ser atribuídas ao acumulo de antocioninas e carotenoides na epiderme desses frutos.

O que os tornam atrativos para os animais que se alimentam dos frutos e então disseminam as sementes.