O Halloween está chegando e é mais uma oportunidade de trazer o conhecimento científico para o cotidiano dos alunos.

Já pensou em usar o Halloween como tema para as aulas de ciências?

Nós reunimos aqui algumas atividades para você utilizar em sala de aula nessa data.

Experiências de Halloween 1)  O sangue do diabo

É uma tintura vermelha, que quando jogada sobre um tecido branco, evapora e desaparece completamente.

Halloween

Parece bruxaria não é mesmo?

Para fazer essa “poção mágica” de Halloween você vai precisar de:

  • 2 dedos de água em um copo;
  • 1 dedo de álcool em um copo;
  • 1 colher (de sopa) de amoníaco;
  • 1 colher (de açúcar) de fenolftaleína.

Misture a fenolftaleína com o álcool, mexendo bem.

Depois jogue esse líquido na água, mexa novamente e acrescente amoníaco.

O líquido se tornará vermelho, pois a fenolftaleína muda de cor na presença de alguma substância básica (no caso, o amoníaco).

Quando essa mistura vermelha é jogada sobre alguma superfície, a amônia presente no amoníaco desaparece.

E assim a mistura deixa de ser básica, voltando a ser neutra.

Ou seja, a fenolftaleína, que estava vermelha, volta a ser branca.

Antigamente, os comprimidos do laxante Lacto-Purga eram feitos de fenolftaleína, e esta experiência era bem mais popular.

Hoje, essa substância tem que ser comprada em lojas de química ou em farmácias de manipulação.

A ciência por trás disso

Quando se mistura o amoníaco com a água, não há mudança de cor.

Já quando misturamos a fenolftaleína, a solução muda de coloração.

Isso acontece porque a fenolftaleína é um indicador de pH, o seja é um indicador de ácido–base dos composto químico.

Mesmo quando adicionado em pequenas quantidades a uma solução, ela permite conhecer se a solução é ácido, base ou neutro.

Estes corantes são dotados de metacromia, que é a capacidade de mudar de coloração em função do pH meio.

Nesse caso ele reage com o amoníaco, mudando de incolor a cor rosa.

Depois de um tempo, a substância volta a ficar incolor, porque o amoníaco é volátil.

Ou seja, evapora facilmente.

Experiências de Halloween 2) Clorofila fluorescente

Embora esta atividade não seja muito prática para crianças, eles ainda acharão legal observar a mudança de cor.

Para fazer a clorofila fluorescente você vai precisar:

  • Vegetais de folhas verdes ou ervas

    Pode ser utilizado couve, espinafre, coentro, salsa ou mesmo hortelã.

  • Panela de água fervente
  • Pinças
  • Tigela cheia de gelo e água
  • Óleo vegetal ou de canola
  • Liquidificador
  • Filtro de malha fina
  • Luz negra

Lave as folhas dos vegetais e coloque em água fervente por 1 minuto.

Pegue as folhas verdes da água fervente com a pinça e coloque na tigela de gelo durante 1 minuto.

Coloque as folhas verdes no liquidificador e adicione um pouco de óleo e misture.

Se necessário, adicione mais óleo, para as folhas se misturam bem com um líquido fino.

Coe no um filtro de malha fina.

A clorofila agora é infundida no óleo.

A clorofila é verde sob a luz normal, mas irá fluorescência vermelha sob uma luz negra.

halloween

A ciência por trás disso

A clorofila é um pigmento verde encontrado nas plantas.

Ferver as folhas ajuda a permitir que a clorofila seja extraída das células.

Assim, a clorofila dissolve-se no óleo e também se dissolverá em álcool, mas não na água.

A clorofila é um pigmento que absorve todos os comprimentos de onda da luz visível, exceto o verde.

É por isso que as plantas aparecem verdes.

A luz verde é refletida de volta.

O mesmo não é válido para a luz ultravioleta como a produzida por uma luz negra.

A clorofila absorve a luz UV e fluoresce uma cor vermelha.

A fluorescência só ocorre enquanto a luz UV está acesa.

Uma vez que você desligar, a clorofila refletirá novamente a luz verde.

Isso não é o mesmo que as coisas que brilham no escuro depois que a luz é desligada.

Esses objetos emitem luz devido à fosforescência.

Experiências de Halloween 3) O terrário de mofo

Você não leu errado, um terrário de mofo sim!

Com fungos azuis, brancos e verdes crescendo no resto de comida.

E para fazer esse ecossistema você vai precisar de:

  • Um recipiente limpo com tampa.

    Importante lembrar que, grandes jarras de vidro e recipientes plásticos limpos são ótimos, mas você terá que jogar fora o recipiente quando tiver acabado.

  • Fita Adesiva