Os termos bioma e ecossistema são complementares, mas não são a mesma coisa.

De modo geral podemos dizer que o bioma é a maior unidade ecológica, de maior abrangência geográfica, caracterizada por um tipo de vegetação dominante.

Enquanto que o ecossistema é uma unidade ecológica de menor dimensão, que considera as inter-relações entre seres vivos.

Vamos entender isso melhor!

O que pode ser considerado bioma

Bioma (do grego) Bio= vida Oma = grupo ou massa.

Bioma é um conjunto de vida vegetal e animal.

É constituído pelo agrupamento de tipos de vegetação próximas e que podem ser identificados a nível regional.

Consideram condições de geologia e clima semelhantes e que, historicamente, sofreram os mesmos processos de formação da paisagem, resultando em uma diversidade de flora e fauna própria.

Pode-se dizer que bioma é uma conjunto de ecossistemas caracterizados por tipos fisionômicos semelhantes.

Embora haja unanimidade quanto ao conceito de bioma, na prática a classificação dos biomas pode se tornar confusa conforme a autor utilizado.

Apesar das pequenas diferenças da classificação de bioma entre os autores, há pontos de consenso:

Bioma corresponde a:

  • uma área do espaço geográfico,
  • com grandes dimensões (até superiores a um milhão de quilômetros quadrados),
  • representada por um tipo uniforme de ambiente.

Existem biomas terrestres e aquáticos.

Biomas terrestres

É identificado pela uniformidade do ambiente terrestre em que se instala.

Essa uniformidade decorre principalmente de:

  • Macroclima: Radiação solar/latitude/ventos dominantes/umidade
  • Fitofisionomia: aparência da vegetação natural

Há outros fatores que levam à percepção de um ambiente uniforme, mas que podem provocar alguma discrepância entre as várias classificações de biomas:

  • solo,
  • altitude,
  • recorrência de fogo natural e de enchentes naturais.

Biomas aquáticos

Principais elementos formadores de biomas aquáticos: Salinidade Temperatura

Neles desenvolvem-se ecossistemas diversos, em geral em função de: Nutrientes, turbidez, movimento das águas, luz solar.

E ecossistema?

Ecossistema pode ser compreendido como a unidade funcional básica da ecologia.

Inclui tanto organismos (comunidades bióticas) como o ambiente abiótico.

Cada um deles influenciando as propriedade do outro, sendo ambos necessários para a conservação da vida.

Do ponto de vista trófico (de trophe alimento), um ecossistema tem dois componentes (que como regra costumam estar separados no espaço e no tempo):

  • um componente autotrófico (autotrófico= que se alimenta a si mesmo)

no qual predomina a fixação da energia da luz, a utilização de substâncias inorgânicas simples e a elaboração de substâncias complexas, e

  • um componente heterotrófico (heterotrófico = que é alimentado por outro),

no qual predominam o uso, a nova preparação e a decomposição de materiais complexos.

Para fins descritivos é útil considerar que o ecossistema contém os seguintes componentes:

  • (1) substâncias inorgânicas (C, N, CO2, H2O, etc.) envolvidas nos ciclos de materiais;
  • (2) compostos orgânicos (proteínas, hidratos de carbono, lípidos, substâncias húmicas, etc.) que ligam o biótico e o abiótico;
  • (3) regime climático (temperatura e outros fatores físicos);
  • (4) produtores, organismos autotróficos, em grande parte plantas verdes, capazes de elaborar alimentos a partir de substâncias inorgânicas simples;
  • (5) macroconsumidores oufagótrofos, (phagos = para comer), isto é, organismos heterotróficos, principalmente animais, que ingerem outros organismos ou matéria orgânica em partículas;
  • (6) microconsumidores, saprótrofos (sapro = para decompor) ou osmótrofos (osmo = para passar através da membrana), organismos heterotróficos, sobretudo bactérias e fungos, que fazem a demolição dos compostos complexos dos protoplasrnas mortos, absorvem alguns dos produtos da decomposição e libertam nutrientes inorgânicos susceptíveis de utilização pelos produtores, bem corno subs­ tâncias orgânicas que podem proporcionar fontes de energia ou podem ser inibidoras ou estimulantes para outros componentes bióticos do sistema.

Os números 1 a 3 compreendem os componentes abióticos e os números 4 a 6 englobam a biomassa (= peso vivo).

Do ponto de vista funcional um ecossistema pode ser analisado com propriedade nos termos seguintes:

  • (1) circuitos de energia;
  • (2) cadeias alimentares;
  • (3) diversidade de padrões no tempo e no espaço;
  • (4) ciclos nutritivos (biogeoquímicos);
  • (5) desenvolvimento e evolução; e
  • (6) controlo (cibernética).

Exemplos de biomas e ecossistemas

Para cada bioma, há um grupo definido de plantas, condicionado primordialmente por condições climáticas próprias.

Como exemplo temos as florestas tropicais, as florestas temperadas, as tundras, a caatinga, o cerrado, o pantanal e de uma forma mais específica podemos citar a Floresta ou Mata Atlântica e a Mata de Araucária ou Floresta com Araucária.

Numa unidade ecológica, os seres vivos (fatores bióticos) se inter-relacionam e se relacionam com os ditos fatores abióticos do meio ambiente, ou seja, com o clima (umidade, temperatura, ventos), solos, latitude e altitude.

Cada bioma pode ser composto de vários ecossistemas, que são unidades ecológicas de menor dimensão.

Por exemplo, a Floresta Atlântica é um bioma composto por ecossistemas como a restinga e o mangue.

Um galho caído no chão, onde seres vivos como fungos e musgos vivem sobre ele e dependem, por exemplo, da umidade ali presente, pode ser considerado um ecossistema, porém de pequena escala.

Outros exemplos podem ser citados, como as várzeas ou um rio.

Mas será que um ecossistema pode ser dependente de outros?

É só comparar os “ecossistemas” do nosso organismo, como por exemplo, o sistema circulatório, o digestivo, o respiratório.

Cada um tem uma forma de funcionar, tem um conjunto de características próprias, mas eles não podem agir isoladamente, sob pena de o organismo não se manter vivo!

E para que um organismo funcione de forma saudável ele deve ser tratado como um todo, e não por partes.

É da mesma forma como os ecossistemas naturais devem ser tratados, pois em menor ou maior escala um ecossistema interfere no outro!

Para quem quiser mais, recomendo esse artigo sobre o conceito de bioma e esse livro para entender ecossistema.