Certamente você ouviu falar da pandemia, mas você sabe o que é?

Não, não é coisa só de filme.

E também não é exagero dos filmes o cenário caótico.

A pandemia, acontece quando uma epidemia se estende a níveis mundiais.

Ou seja, se espalha por diversas regiões do planeta.

Em 2009, a gripe gripe A (H1N1) ou popularmente gripe suína, passou de uma epidemia para uma pandemia quando a Organização Mundial da Saúde (OMS) começou a registrar casos nos seis continentes do mundo.

E em 11 de março de 2020 o COVID-19 também passou de epidemia para uma pandemia.

Para entender melhor o que é uma pandemia e a gravidade da situação, separamos aqui alguns filmes sobre o assunto.

Então, você que está aí de quarentena, prepara a pipoca, ajeita no sofá e vem entender melhor nossa atual situação.

1) Epidemia (1995)

O filme conta a história de Sam Daniels (Dustin Hoffman), coronel-médico do exército americano e chefe do departamento de pesquisas epidemiológicas.

Ele investiga uma nova doença contagiosa, que mata em pouquíssimo tempo e já dizimou um acampamento militar na África.

Em virtude de um macaco ter sido levado de forma clandestina para os Estados Unidos, uma população de uma pequena cidade americana começa a apresentar os mesmos sintomas da doença.

Porém o contágio se desencadeia muito mais rapidamente, assim o exército coloca a cidade sob quarentena.

Mas quando o cientista do exército tenta ajudar a população é inexplicavelmente afastado do caso.

2) Eu sou a lenda (2007)

No filme, a população de Nova York foi dizimada por um vírus criado pelo próprio homem.

Algumas pessoas morreram, outras, no entanto, vivem como verdadeiros zumbis.

Robet Neville, um cientista, é imune ao vírus e, durante três anos, percorre a cidade tentando encontrar algum sobrevivente por meio do envio de mensagens de rádio.

Sua busca por sobreviventes é acompanhada por vítimas do vírus, que esperam o momento de atacá-lo.

Durante sua jornada, Neville tenta ainda realizar testes com seu sangue a fim de encontrar formas de reverter os efeitos do vírus nos contaminados e promover a cura da doença.

3) Vírus (2009)

Um vírus mortal se espalhou por todo o planeta, fazendo com que ninguém seja confiável.

4 jovens percorrem as estradas do oeste americano, rumo a uma praia isolada ligada à infância deles.

Eles acreditam que lá estarão seguros.

Só que no caminho o carro quebra, o que faz com que fiquem à beira de uma estrada abandonada.

Logo eles encontram um carro estacionado, onde um homem precisa de ajuda para conseguir uma cura para sua filha, que está infectada.

É o início de uma jornada onde eles precisam enfrentar não apenas o vírus mortal, mas também a desconfiança existente entre eles em uma luta desesperada para sobreviver.

4) Contágio (2011)

Quando você assistir esse filme, encontrará muita similaridade com a nossa atual situação!

Um vírus altamente transmissível se espalha pelo ar multiplicando rapidamente os contagiados que morrem em poucos dias, sem chances de cura.

Os sintomas são similares a uma gripe, porém mais severos.

Mais rápido do que o vírus, o pânico toma conta de toda população que luta para sobreviver numa sociedade que está desmoronando.

Enquanto milhares de pessoas morrem, governo e órgãos de saúde correm contra o tempo para testar medicamentos e uma vacina capaz de imunizar a população.

Em meio a isso, fronteiras fecham, a circulação é restrita e aos supermercados se esvaziam.

5) Guerra mundial Z (2013)

Uma terrível e misteriosa doença se espalha pelo mundo, transformando as pessoas em uma espécie de zumbis.

A velocidade do contágio é impressionante e logo o Governo americano recruta um ex-investigador da ONU para investigar o que pode estar acontecendo e assim salvar a humanidade, tendo em vista que as previsões são as mais catastróficas possíveis.

Gerry Lane (Brad Pitt) tinha optado por dedicar mais tempo a sua esposa Karen (Mireille Enos) e as filhas, mas seu amor a pátria e o desejo de salvar sua família acabam contribuindo para que ele tope a missão.

Agora, ele precisa percorrer o caminho inverso da contaminação para tentar entender as causas.

Ou, ao menos, identificar uma maneira de conter o contágio até que se descubra uma cura antes do  apocalipse.

Começa uma verdadeira corrida contra o tempo, que mostra-se cada vez mais curto, na medida que a população de humanos não para de diminuir.

6) Explicando (2019) Netflix 

É uma série documentário da Netfliz que aborda os mais variados assuntos e busca uma explicação prática para eles.

Na segunda temporada teve um episódio chamado “A Próxima Pandemia”.

E com base em diversos estudos, fatos históricos e opiniões de especialistas, cravou que o próximo grande vírus seria uma gripe viral e provavelmente viria da Ásia.

Dentre os entrevistados estava o empresário Bill Gates, que relatou que o maior risco para a humanidade neste momento é uma grande pandemia, citando a Peste Negra e até mesmo o H1N1.

De acordo com o especialista em doenças, Peter Daszak, a inevitabilidade de uma nova pandemia é forte, visto que novas doenças surgem constantemente, em nível gradativo.

O episódio termina sem oferecer uma solução prática para controlar o vírus, mas destaca que a tecnologia é uma grande aliada, ao mesmo tempo em que ajuda a propagar a contaminação mais rapidamente.

Vale dar uma conferida, já que o capítulo foi lançado cerca de um mês antes do início do COVID-19.

7) Pandemia (2020) Netflix

Pandemia é outra série documental que mostra como equipes profissionais de saúde trabalham para evitar surtos de vírus e bactérias.

Ao longo de seus seis episódios, a produção entrevista os cientistas, médicos e pesquisadores por trás dos principais experimentos que buscam erradicar doenças de alto contágio, como a gripe.

Além do trabalho desses profissionais, a série traz também uma explicação como uma doença se espalha pelo mundo.

Alguns episódios contam histórias de pessoas que se recusam a acreditar nos benefícios de vacinas e curas criadas em laboratórios, voltando-se para métodos menos convencionais de tratamento.

8) Pandemia

Uma série do History Channel retrata os ciclos de pandemias que assolam a Terra de tempos em tempos, causando devastações e milhões de mortes.

Além do tempo entre essas pandemias estarem cada vez mais curtos,  vivemos hoje em uma época em que as pessoas, e consequentemente, as doenças viajam mais rápido e é mais difícil controlá-las.

A medicina tradicional não conseguiria evitar o colapso iminente do sistema de saúde e, por sua vez, os avanços nos medicamentos representam hoje uma solução, mas também um risco: no mesmo laboratório, e com a mesma tecnologia com que são investigadas as vacinas genéticas, são desenvolvidas também as armas biológicas.

Vírus e bactérias resistentes a drogas, doenças que até ontem estavam erradicadas, e que voltam a se manifestar com maior intensidade, se tornam armas biológicas letais.

Conhece outros filmes ou séries? Compartilha aqui com a gente